Blog

Fique por dentro das principais informações para otimizar a sua gestão


O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) foi instituído por meio do Decreto nº 8373/2014. O eSocial será uma nova forma de prestação de informações por parte do empregador.  

Após entrar em vigor no Brasil, a partir do dia 1º de julho de 2018, o eSocial integrará a rotina de mais de 8 milhões de empresas e 40 milhões de trabalhadores. A partir de então, as empresas brasileiras poderão realizar o cumprimento de suas obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias de forma unificada, o que reduzirá custos, processos e o tempo gasto nessas ações. 

Entenda como funciona o eSocial 

Para entender como funciona o eSocial é preciso ter em mente que, através desse sistema, os empregadores passarão a comunicar ao Governo informações relacionadas aos trabalhadores, como contribuições previdenciárias, vínculos, folha de pagamento, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS. 

Projeto do governo federal, o eSocial integra o Ministério do Trabalho, Caixa Econômica, Secretaria de Previdência, INSS e Receita Federal. O objetivo da iniciativa é melhorar a performance e o ambiente de negócios no país. 

Na prática significa que as empresas terão que enviar as informações, periodicamente, para a plataforma do eSocial. Com a operação em vigor o envio destes dados será um processo unificado. Os mesmos serão enviados ao Governo Federal, exclusivamente, através do eSocial Empresas. 

Para finalizar é importante ressaltar que a Resolução do Comitê Diretivo do eSocial nº 02/2016 diz que a implantação do sistema será realizada em duas etapas: a partir de 1º de janeiro de 2018, a obrigatoriedade de utilização do eSocial Empresas será para os empregadores e contribuintes com faturamento apurado, no ano de 2016, superior a R$ 78 milhões.  

A partir de 1º de julho de 2018, a obrigatoriedade do eSocial também irá abranger os demais empregadores e contribuintes, independentemente do valor de faturamento anual.  

Leia Também:

distribuidora de medicamentos

Saiba mais sobre gestão integrada para distribuidoras de medicamentos

As distribuidoras de medicamentos exigem um rígido gerenciamento de produtos, uma vez que as cargas com os remédios precisam seguir normas da Anvisa e não podem, por exemplo, serem entregues para destinatários…

Saiba mais

Melhore a integração bancária das contas da sua empresa

Administrar o tempo dos colaboradores que atuam na gestão financeira de sua empresa é imprescindível se você busca otimizar seus negócios e consequentemente, aumentar o tempo produtivo em sua equipe.   Para…

Saiba mais
bloco k

Entenda o que é o bloco K

Para introduzir o assunto e entender o que é o Bloco k, primeiramente, é preciso entender que o SPED é um instrumento que abrange as atividades de receber, validar, guardar e autenticar documentos e determinados livros…

Saiba mais