Blog

Fique por dentro das principais informações para otimizar a sua gestão


Para introduzir o assunto e entender o que é o Bloco k, primeiramente, é preciso entender que o SPED é um instrumento que abrange as atividades de receber, validar, guardar e autenticar documentos e determinados livros que compõem a escrita contábil e fiscal de empresas e pessoas jurídicas. Isso se dá através de um fluxo de informações único. 

Um dos objetivos do SPED é tornar os processos relacionados às declarações de importo mais enxutos e proporcionar um melhor controle da arrecadação por parte do fisco. O SEPD Fiscal é no caso, um subprojeto.  

Afinal, o que é o Bloco K? 

O governo, por meio do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), estabeleceu a obrigatoriedade da divulgação de informações de controle de produção e de estoque. Parte específica do SPED Fiscal, o Bloco K é uma exigência do registro de informações relativas aos processos produtivos de empresas, principalmente, atacadistas e industriais. É uma espécie de livro de controle do estoque e da produção. 

Este registro exige informações relativas à quantidade e materiais consumidos; quantidade produzida; a quantidade consumida na produção em terceiros; as movimentações relacionadas ao estoque; posição de estoque dos produtos acabados, semiacabados e matérias-primas; dentre outras especificidades.  

Para entender o que é o Bloco K, é necessário ter em mente que as informações registradas devem ser geradas no sistema da empresa. Para isso é necessário que a organização possua um sistema de controle interno, adequado a gerar os dados exigidos pela legislação. 

Essas informações são geradas a partir da contabilidade de custos. No entanto, muitas empresas não possuem este controle interno e acabam utilizando o critério arbitrado pelo Fisco para valorizar os estoques e apurar o custo das vendas. 

Por todas estas exigências, já podemos nos antecipar que cumprir as obrigatoriedades do Bloco K não será tarefa tão simples e exigirá uma mudança muito grande na postura de muitos empresários, que deverão buscar uma nova forma de se relacionar com o fisco e com sua contabilidade.

Leia Também:

Entenda os riscos de não ter gestão de processos em sua empresa

Hoje, independente do mercado em que uma empresa está inserida, é necessário trabalhar de forma rápida e otimizar os resultados para que seja possível manter  os negócios rentáveis -…

Saiba mais
distribuidora de medicamentos

Saiba mais sobre gestão integrada para distribuidoras de medicamentos

As distribuidoras de medicamentos exigem um rígido gerenciamento de produtos, uma vez que as cargas com os remédios precisam seguir normas da Anvisa e não podem, por exemplo, serem entregues para destinatários…

Saiba mais

Melhore a integração bancária das contas da sua empresa

Administrar o tempo dos colaboradores que atuam na gestão financeira de sua empresa é imprescindível se você busca otimizar seus negócios e consequentemente, aumentar o tempo produtivo em sua equipe.   Para…

Saiba mais